Manter o corte em dia é sinônimo de cabelo saudável e bonito, agora com que frequência é preciso refazer o corte, ainda mais se o grau de encolhimento é grande?

Vários fatores influenciam na hora de determinar o período certo para encarar a tesoura. Seguem algumas respostas para os principais questionamentos que recebo na Garagem dos Cachos:

Quero deixar crescer, devo cortar 1 vez por ano?

De jeito nenhum! A ausência do corte por longos períodos é um prato cheio para triplicar a quantidade de pontas duplas, que viram triplas e vão quebrando os fios de baixo para cima. Neste caso, o efeito é o contrário, pois embora o cabelo continue crescendo naturalmente, vai quebrando cada vez mais na parte inferior, o que dá aquela sensação de que o cabelo estagnou, ou seja, parou de crescer. Neste caso o recomendável é dar aquela aparadinha e refazer o formato a cada 2-3 meses para onduladas, 3-4 cacheadas e 4-5 crespas.

Meu cabelo encolhe muito, devo estender o período entre um corte e outro para notar algum crescimento?

Cabelos com grau de encolhimento acentuado: 3C e todos do tipo 4 em fase de crescimento, devem ser aparados de 4-5 meses. No caso do 4C  é possível aguardar até 6 meses. Ou seja, duas vezes por ano!

cabelo

Qual o tempo ideal para manter o caimento do corte impecável ?

Onduladas – 2 meses

Cacheadas – 3 meses

Crespas – 4 meses

Cortes curtos perdem o formato com mais rapidez?

Perdem sim! Principalmente se tiverem detalhes à máquina. Nesse caso a periodicidade da frequência de corte cai para todos os tipos de cabelo:

Onduladas – 1 mês

Cacheadas – 2 meses

Crespas- 3 meses

Meu cabelo está em transição, de quanto em quanto tempo devo cortá-lo?

Quando o cabelo está com duas texturas: parte natural e alisada é preciso analisar alguns fatores. Primeiro: o tipo do cabelo natural, segundo o tipo de química feita. Em alguns tipos de relaxamento , o fio não é totalmente estirado e é possível disfarçar bem as texturas apenas com uma finalização simples e cortes que poupam bastante o comprimento. O mesmo vale para o permanente. Já no caso de progressiva (as que não são a base de carbocisteína) e definitiva a diferença de textura fica mais evidente, e a ansiedade para o grande corte maior. Entretanto, também é possível trabalhar sutilmente em um formato enquanto os cachos não veem. A periodicidade é a mesma para manter os fios saudáveis: 2 a 3 meses onduladas, 3-4 cacheadas e 4-5 crespas.

cabelo

 Tipo do cabelo natural

Não se lembra como era seu cabelo natural? Fotos de infância e adolescência podem ajudar ao menos para constatar se é cacheado, crespo ou ondulado. Quanto mais crespo o cabelo, mas demorado é o percurso da transição para  big chop por conta do grau de encolhimento do fio.  É complicado definir um prazo para o grande corte, pois depende do comprimento desejado. Se não tem problemas com curtos, não precisa esperar, só recorrrer para os cortes à máquina, que são lindos, versáteis e práticos. Agora se não quer abrir mão de muito comprimento, a espera vai passar de 1 ano, com certeza. É claro que neste período, é possível realizar pequenos cortes periódicos para remover as pontas e/ou dar um formato no fio, no caso de químicas menos agressivas.

Nos ondulados e cacheados, uns 10 meses é uma boa pedida para remover tudo sem ficar curtíssima, mesmo assim o cabelo fica do chanel tradicional ao curto no tamanho. Para um comprimento na clavicula geralmente é 1 ano e meio aproximadamente. Claro que nesse meio tempo, da-lhe tesouradas sutis nele!

Não quer passar por tudo isso?

Para mulheres modernas, independente do tipo de cabelo,um corte à maquina pode resolver o problema e abreviar o sofrimento da espera. A máquina 6 se aproxima do corte da Elis Regina e fica super estiloso! Não consegue se ver com o cabelo curto? Invista em tranças e penteados neste período. Lembrando que turbantes valorizam muito a beleza negra e tornam o processo criativo e menos tortuoso.

Gostou das dicas? Leia mais clicando aqui!

 

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Comentários no Facebook